Categories: Blogar, Blogosfera, Instagram, Negócio online

Como fazer parcerias no início do Blog

como consegui fazer parcerias no início do Blog
O porque eu estou escrevendo esse post é para inspirar você a também ganhar algo com as suas redes sociais. Desde que eu comecei a
blogar e a investir mais nas minhas redes sociais, eu já obtive retorno com três meses de trabalho. 🙂

Eu realmente não esperava nenhum retorno no meu primeiro semestre de Blog que eu iria fazer parcerias. Sendo assim o que eu vou escrever nesse post é para desmistificar uma série de conceitos que temos com relação a blogueiras e parcerias e como ganhei R$1.317,70 em parcerias no meu primeiro semestre de Blog.

Primeiramente, quando eu digo investir nas minhas redes socias, eu me refiro a comprar aplicativos bons para edição de fotos, cursos de como crescer nas redes sociais e no Blog, assistir muitos vídeos sobre o tema e ler muito também.

Há dois tipos de divulgação publicitária para Blogueiras que você já deve ter ouvido falar:

Permuta e Publipost:

Permuta: A empresa envia o produto para a blogueira, e essa então faz um Post (seja no Blog ou rede social), falando sobre o assunto, trazendo visibilidade para a marca.

Publipost: A empresa paga para que seja feito o post (Blog ou rede social), e a blogueira mostra o produto, dá a sua opinião sobre ele, trazendo visibilidade para a marca e influenciando as pessoas a compra do mesmo. Contudo, vale lembrar que só se for a opinião verdadeira da blogueira, nunca coloque sua credibilidade em risco.

Há também outras opções de rentabilização, como a empresa pagar em dinheiro ou em produtos, para colocar um banner no seu Blog, por exemplo. Sem falar no Marketing de Afiliados. Mas nesse post vou dizer apenas das parcerias que eu fiz, sendo Permuta ou Publipost.

Como comecei a Blogar:

Depois que eu já havia viajado para 35 países, li uma reportagem de uma empreendedora de viagens que estava ganhando muitos seguidores no Instagram por causa das fotos de viagens dela. Foi então que eu tive a idéia de blogar, afinal minha família e amigos sempre pediam para ver as fotos de viagens e escutar as minhas histórias. Eu poderia fazer apenas como hobby mas optei por fazer um Blog profissional desde o início com o intuito de rentábilizá-lo.

Eu achava que teria que passar o primeiro ano inteiro blogando sem ganhar nada. Eu havia lido bastante a respeito antes e o que as blogueiras dizem é que elas passaram muito tempo sem ganhar nada, até começar a aparecer as primeiras parcerias, os primeiros trabalhos. Outro pensamento que eu tinha, era que só depois de ter pelo menos 10k de seguidores no Instagram que eu teria alguma possibilidade de fazer parcerias com as empresas.

Eu tinha menos de 3k de seguidores no Instagram quando comecei o meu Blog e apenas três meses de Blog quando obtive a minha primeira parceria 😉 

O que eu tinha lido, realmente faz sentido, porque as coisas demoram um pouco para acontecer, eu quero dizer, ganhar dinheiro com internet para se manter. Mas comigo, com apenas três meses de Blog apareceu a primeira empresa para fazer parceria, e logo em seguida começou a aparecer mais trabalho, para a minha surpresa! Tudo o que eu pensava quando comecei a Blogar eu vim a descobrir depois que eu estava errada.

Meu pensamentos equivocados:

  • Eu preciso ter pelo menos um ano de blog para as empresas quererem fazer publi e eu começar a ganhar algo.
  • Eu preciso ter mais de 10k no Instagram para começar a fazer publi.

    O que realmente aconteceu:

  • Eu tinha apenas três meses de Blog quando a primeira empresa me contatou para parceria.
  • Eu tinha menos de 5k no Instagram quando surgiram empresas que queriam que eu fizesse parceria com elas.

    Como eu consegui ganhar em parcerias R$1.317,70 no primeiro semestre de Blog:

Acredito que isso aconteceu no meu Blog e no meu Instagram, por várias razões:

As empresas mudaram a maneira de pensar. Antigamente aparentava que números de seguidores no Instagram por exemplo, era a razão principal de empresas quererem fazer parcerias apenas com blogueiras de grande número, sendo que todo aquele número não significava exatamente que haveria uma compra do produto.

Já Instagram com micro influenciadores são mais próximos do seu público, podendo sim ter grande poder de influência na compra do produto pelos seus seguidores. Quem começa, começa como micro influenciador. E as empresas passaram a querer fazer parcerias com micro influenciadores.

Outra questão é o engajamento da sua conta. Não adianta ter cem mil, milhões de seguidores e o número de curtidas não ser compatível com a conta. Uma média boa de engajamento é aquela que fica entre 8% a 10%, menos disso é um tanto duvidoso. E a minha conta do Instagram se encaixa nesse requisito.

Fotos e Vídeos: Fotos devem ser bem editadas, e a pessoa tem que ter uma certa desenvoltura para falar na frente da câmera. Não fique com vergonha, comece a falar e a fazer os seus vídeos, quanto mais falar em frente a câmera, mais você acha aquilo normal e vai adquirir o desenvolvimento natural. Eu não tinha desenvoltura no começo, mas comecei a fazer meus Stories falando para a câmera, e quando foi para fazer para as empresas eu já havia adquirido uma certa desenvoltura.

Desenvolver um bom trabalho: Desde a minha primeira parceria, eu entreguei todos os pedidos e diria que fiz um pouco mais até o que a empresa pediu. Portanto, quando surgir as primeiras oportunidades, agarre e já deixe de portfólio no seu perfil, assim outras empresas irão ver como você trabalha, e vão ter confiança em desenvolver uma parceria com você também.

Seja honesta: Não dá para ficar aceitando tudo. Quando você perceber que a proposta não tem nada a ver, ou o estilo da marca não é do seu gosto pessoal, melhor não aceitar. Não fuja da sua realidade, o seu público pode perceber. Seja sempre você mesmo.

Leia também:
Como aumentar o número de seguidores no Instagram.

Deixe um comentário

2 comments

  1. Muito bacana sua história com o blog e as parcerias. É isso mesmo, é agarrar a oportunidade e dar o seu melhor!

  2. Joana Darc comentou:

    Oi!
    Parabéns pelo post 😉 eu costumo fazer mais permuta, mas as vezes faço Publipost. Ainda não vivo do blog mas quem sabe um dia…